top of page

APRENDENDO A GASTAR SEU DINHEIRO


O momento agora não é de desperdício. A economia Brasileira se encontra em ritmo de crise. Não porque temos uma crise financeira, mas crise de integridade moral que solapa os cofres públicos. Como sempre, quem acaba pagando a conta é o cidadão.


Bom, já que não podemos mudar o mundo, vamos mudar então o comportamento, afim de ajustar as economias à realidade presente e não perder com ela. Muitas pessoas estão sofrendo financeiramente porque até então estávamos indo de vento em popa na economia brasileira, o PIB em alta, muitos investimentos, um crescimento acelerado, mas agora, o cinto está apertado.


Quem gasta mal neste tempo acaba deixando de reservar para o futuro.


O dinheiro desperdiçado hoje, é a projeção de falta amanhã. Uma tendência de quem não cria um estilo de vida pautado na boa administração, economia e reserva é dependência futura de outras formas de renda, inclusive do serviço social, de familiares, e ou, outras formas de rendas que chegam até mesmo a serem anti-eticas.


Abraham Lincoln afirmou: Não criarás a prosperidade se desestimulares a poupança. Saber lidar com o uso do dinheiro é muito importante para uma prosperidade material saudável. O problema de muitos não é a quantidade que se ganha, mas a maneira como gasta sua renda.


Não estimule o consumismo exarcebado. Ele poderá te empobrecer antes mesmo de se tornar alguém rico. Quem evita gastos desnecessários, sobra mais dinheiro para aplicações úteis. Saber gastar ajuda a equilibrar o bolso permitindo segurança por controlar o impulso de comprar fora de hora.


Se há algo que você pode passar sem ele, se esforce então para não esbanjar ali o fruto do seu trabalho.

Quem gasta mal hoje, ficará mal amanhã.

Amanhã deve ser uma preocupação de cada um, quando se fala de dinheiro.

A falta dele poderá comprometer várias áreas de sua vida, inclusive a familiar, tornando o momento um tanto difícil e frustrante.


Procure viver uma vida mais simplificada. Poupar ajuda reservar uma provisão para o futuro. Nenhuma forma de preocupação é tão eficaz quanto o foco no planejamento financeiro, ainda que informal, se há preocupação em poupar pensando no amanhã, já existe uma prévia de que algo no futuro depende do comportamento presente.


Quando alguém cuida para que não lhe faltem recursos no futuro, estabelecendo um comportamento equilibrado em seus gastos hoje, deixa de depender da ajuda futura do governo, parentes, amigos, mobilizações sociais, e define a responsabilidade única de manter dignamente sua condição de viver dentro dos limites do orçamento de sua renda, e condições que ela própria alcançou.



#dinheiro #finanças #educação #doação #ofertas #prosperidade

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo