top of page

SEXO AGENDADO


Embora não seja literalmente assim, algumas relações sexuais acontecem quase no mesmo ritmo de atendimento do INSS. Sob agendamento.


Esta expressão foi usada por um rapaz que desabafou comigo ao solicitar conselho em como se comportar com sua esposa, uma vez que eles só tinham relações sexuais em ocasiões especiais: Quando algum evento diferente acontecia dentro de casa. Aniversário, dia do pagamento, visita da sogra, etc.


Ao ouvir isto, acabei sorrindo. Achei engraçado, mas ao mesmo tempo compreendi a situação dele, e sei de mim mesmo que não é nada fácil para o homem casado manter um relacionamento conjugal saudável moldado por datas comemorativas.


E você, também é vítima sexual do sexo agendado?

Isto acontece geralmente por parte da mulher. São várias as justificativas: Dor de cabeça, TPM, falta de vontade, tensão emocional, frigidez, cansaço, um dia cheio, stress, rotina do dia-a-dia... enfim a lista é grande, mas não sem razão. De fato, muitas mulheres frente às necessidades e obrigações do dia-a-dia, participam do sustento compartilhado da casa e acabam ficando sobrecarregadas emocionalmente.


Circunstâncias deste tipo tendem a roubar a libido da mulher, drenando sua vontade sexual e minando o desejo e atração pelo cônjuge.

A questão porém, se agrava e repousa no outro. Como fica um marido, ou se for o caso, um mulher que está subindo pelas paredes de desejo, mas não encontra resposta no seu parceiro?


São justamente situações assim que empurram o parceiro para buscar satisfação fora do casamento ou na pornografia. Manter o parceiro alimentado sexualmente geralmente protege o casamento contra os riscos de infidelidade. Relacionamentos regidos pela lógica do sexo agendado acabam fragilizados e expostos à tentação de uma experiência extra-conjugal.


Tanto homens quanto mulheres insatisfeitas com seus parceiros buscam outras formas de saciar os desejos reprimidos que possuem dentro de si. Alguns por meio da masturbação, outras na pornografia da internet e uma maioria em prostitutas, garotos de programa ou um amantes.


Há aqueles que sendo idôneos aos princípios da fidelidade ao voto e expectativa sincera de que o outro mude em determinado momento, suprimem seus desejos fazendo uso de medicamentos que induzem-nos à abstinência. Uma prática nada saudável à longo prazo, nem para o organismo nem para a mente, tampouco para o relacionamento.


Avalie sua realidade e freqüência sexual com seu cônjuge. Não o empurre para os braços de outra pessoa.

Quem está com fome costuma procurar um restaurante para comer.


Se sua chama está apagada, procure imediatamente um sexólogo, um terapeuta familiar ou um psicanalista, sem dúvida, está precisando de ajuda.


Mas por favor, não marque uma sessão de sexo com seu parceiro(a), pode ser muito frustrante para ele(a), e péssimo para seu casamento.


#sexo #vidaconjugal #amar #casamento #relacionamento

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo