top of page

A cura de nossos conflitos


É impressionante a forma como Deus trabalha em nossas vidas. Ele, de maneira tão graciosa, nos faz entender que seus planos são infinitos e sobrepujam nossa capacidade limitada de entendê-los.


Comprovando, assim sua soberania.

O salmista Davi em Salmos 139:23-24 faz as seguintes declarações acerca desse agir de Deus.


Ele diz: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me e conhece os meus pensamentos, e vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno”.


Parece-nos que Davi ao escrever tais palavras, expõe seus desejos e vontade com finalidade única de revelar a pureza de seu amor a Deus. No entanto, sabia ele que seu coração precisava de um diagnóstico do Todo–Poderoso.


Com esta compreensão, ele ora pedindo a Deus para retirar dele qualquer coisa que pudesse atrapalhar sua caminhada com Ele.

E o que atrapalha nossa caminhada com Deus, senão nossos conflitos de alma, advindos de nossa imperfeição?


Este salmo, do rei Davi, como os demais, leva-nos a entender que suas canções, súplicas e adorações cantadas vieram em instantes de extremas incertezas, dores ou aflições, e profundas angústias da alma (Salmos 43). Daí, serem tão confortáveis para nós, hoje.

Muitos vezes vivemos momentos semelhantes aos de Davi.


Nos sentimos desesperados por dentro, sem saída diante de adversidades. Ou talvez diante de um contexto cruel de maldade de outros que nos cercam. Situações que nos deixam indignados, fragilizados, e até mesmo abatidos.


Mas a oração de Davi neste Salmo, mostra-nos mais que a dura realidade vivida pelo profeta. Acima de tudo, revela os atributos naturais de Deus, onde sua capacidade de nos conduzir rumo aos planos estabelecidos para a vida de cada um de nós, mesmo antes de nascermos, não podem ser frustrados, ainda que em momentos tão sombrios.


Davi sabia que precisava desesperadamente daquela intervenção divina em meio aos seus dissabores.

De fato, após entender o propósito eterno de Deus sentiu-se novamente movido a continuar confiando naquele que poderia garantir uma vida digna de segurança naquele que foi e é seu criador.


Entendeu que Ele desejava conduzi-lo há um caminho mais excelente capaz de elevá-lo a uma comunhão mais fortalecida por meio dessa fé convicta e real .


Que nosso coração possa expressar uma verdadeira adoração. Um espírito quebrantado e contrito diz a palavra de Deus, "o Senhor não despreza" (Sl 51:17).

Para que nesta busca de amar a Deus, venhamos nos tornar servos restaurados pelo poder de Sua palavra.


Palavra esta, segundo o Senhor Jesus, capaz de nos santificar (João 17:17) e nos conduzir a uma vida totalmente dependente dEle.

“Guia-me pelo caminho eterno”, concluiu o salmista, e isto, mesmo diante das adversidades e suas debilidades que precisavam passar pelo processo dos cuidados benevolentes do Pai amoroso que almeja nos direcionar pelos caminhos mais seguros e eternos.


________________________

Para ler mais sobre o temas relacionados, clique nas tag´s abaixo. (↓)

#angústia #sofrimento #ansiedade #culpa #felicidade #necessidade #petição

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo