Não espere que todos entendam seu estilo de ministério


Cada líder eclesiástico, pastor ou ministro é diferente um do outro. Deus dota cada um de uma peculiaridade por uma razão específica. Não foi à toa que Jonas foi enviado à Ninive, Paulo aos gentios, e Pedro aos judeus.


Até a mulher samaritana entra como missionária específica enquadrada nesta idéia. Ela entrou numa terra onde Jesus teve dificuldade de entrar. (Lucas 9:50-54)


Jeremias atingiu aqueles que Jonas nâo pôde atingir. Moisés foi tirado do meio do seu povo para viver no Egito e depois se tornar libertador do seu povo do cativeiro egípcio.

Deus colocará cada pastor num local específico de modo que seus dons, talentos e habilidades sejam usadas naquele lugar, porque naquele tempo nenhuma outra pessoa faria o que esta pessoa tem condição de fazer.

Seu rebanho responderá às suas características particulares, e não à sua semelhança com outros ministros.


Não espere que todos entendam o seu estilo de ministério. Não tente ser quem você não nasceu para ser. Não fique copiando ministérios e estilos de líderes de outras igrejas. Você é único, com uma formação única, povo exclusivo e dotado de dons e habilidades únicas. "Ora, há diversidades de dons, mas o Espírito é o mesmo,. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade de operações, mas o Senhor é o mesmo Deus que OPERA tudo em todos." (I Cor. 12:4-6).


Esta compreensão é importante para você pastor. Não precisa comparar seu ministério com o de outro colega, tampouco criticar o outro pela qualidade do seu ministério. Toda crítica baseia-se numa comparação acompanhada de uma pitada de orgulho ou sentimento de superioridade. (Lucas 18:9-14)


Vejo pastores sofrendo por causa não de outros ministérios, mas por inveja. Se Deus quisesse que você tivesse um ministério como o do outro, teria te dado as mesmas condições, dons, talentos, habilidades, povo ... que deu ao outro. Acima de tudo, lembre-se que outras pessoas também olham para você e te criticam... ou invejam.

Não estamos aqui para competir uns com os outros, mas para "saquear o inferno" como disse um jovem irmão na fé.

A desgraça de Saul se deu no dia em que desobedeceu o profeta e foi acentuada no dia em que não se alegrou com a vitória de Davi sobre o gigante Golias.


Portanto, lembre-se: Nem todo mundo seguirá você! Há pessoas que não atravessarão a rua para te escutar. Nem todo mundo aprova seu método de ensino, nem todos vão desejar estar na sua presença. E é fato, você não desejará ter todo mundo em seu rebanho.

Há pessoas que tornariam seu ministério um verdadeiro "fardo", assim, não espere que todos entendam seu estilo de ministério.


Faça o que está fazendo, conquanto acredite que Deus te chamou para isto. "De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé; Se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino; Ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria" (Romanos 12:6-8).


* Não tenha medo da crítica daqueles que não entendem seu estilo de ministério, perseguições só nos fortalecem.


* Tenha confiança de que a Palavra de Deus continua "viva e eficaz". E que Deus é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Assim, o que fez no passado, faz no presente e também fará no futuro.


* Trabalho muitos nestas áreas, porque acredito que são as que o diabo mais atacam na vida do homem: Família, dinheiro, liderança e salvação. Assim, acredite no seu chamado e continue convicto de que não está só, Deus está com você.




#pastores #capacitação #chamado #vocação #liderança

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo